Colecionadores de Barbies

Tentando oferecer o melhor conteúdo sobre a Barbie, fizemos o primeiro artigo de uma série que trará tudo o que você precisa saber sobre a boneca, hoje, falaremos sobre os Colecionadores de Barbies, acompanhe-nos, sem mais delongas, abaixo!

Colecionadores de Barbies – Os verdadeiros apaixonados pela boneca!

colecionadora-de-barbie-300x240

Um dos sonhos de toda menina na infância era ter, pelo menos, “todas as Barbies do mundo”. E por mais que os pais comprassem uma nova boneca, igual à outra, apenas com roupas diferentes, isso não era o suficiente. Afinal, eram muitas e, para as crianças, uma era sempre bem diferente da outra. Mas algumas pessoas levaram a sério esse negócio de ter, se não todas as Barbies do mundo, pelo menos as mais importantes. E vida de colecionador de Barbie não é fácil – e muito menos barata.

E já tem gente no livro dos recordes pelo fato de ser exímio colecionador de bonecas Barbie. Esse é o caso da alemã Bettina Dorfmann, que coleciona Barbies desde 1993 e hoje tem nada menos do que 7246 bonecas em sua posse, e subindo – afinal, a Barbie ainda está muito longe de parar de ser fabricada!

E Bettina não é a única pessoa no mundo que tem paixão pelas bonecas Barbie a níveis astronômicos. Existem convenções de colecionadores do brinquedo mundo afora, além de redes sociais e canais do YouTube voltados especialmente para esses grupos, inclusive no Brasil. Por aqui, o principal colecionador é Carlos Kieffer, com mais de 750 Barbies suas que hoje estão expostas no Museu Encantado da Barbie, em Porto Alegre, do qual Carlos é o curador. A primeira boneca que Carlos comprou foi já na idade adulta, quando a Mattel lançou uma linha para colecionadores que homenageava personagens de cinema. Suas bonecas de coleção já foram expostas mais de 70 vezes Brasil afora, com uma audiência de mais de 10 milhões de pessoas.

E vale tudo para conseguir uma Barbie rara para a coleção, até desembolsar uma boa quantia de dinheiro que poderia ser usada para realizar qualquer outro sonho de consumo. Em um leilão nos Estados Unidos, uma boneca Barbie foi vendida pela bagatela de 55 mil reais, no ano de 2006 – mas, apesar do preço salgadinho, não era para menos: se tratava do primeiro exemplar original da boneca, do ano de 1959. Para colecionador de verdade, o preço não importa; o que vale é o valor – agregado e emocional – de uma rara boneca Barbie.

Vídeo sobre o maior colecionador de Barbies do país

Abaixo você confere um pequeno vídeo do maior colecionador de Barbie do Brasil.

Gostaram? Compartilhe no Facebook e no Twitter com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*