Introdução ao Estudo da Literatura

Este artigo tem como objetivo trazer luz para quem está começando a estudar Literatura e tem dificuldades com alguns conceitos básicos como compreender a diferença entre linguagem concreta e linguagem figurada. Isso é de profunda importância para seus estudos visto que os conceitos aqui aprendidos o seguirão ao longo de todo Ensino Médio e, claro, no momento em que for fazer o Enem e o vestibular. Cursos de redação, também, mostram que é preciso reconhecer os diferentes tipos de textos e as suas diferentes linguagens para que se consiga fazer a redação perfeita no Enem e concorrer com chances de passar a uma vaga numa faculdade pública. Bem, depois de observar um pouco mais a teoria, aplique o que aprendeu com os 10 exercícios que coloco abaixo.

Características da obra de arte escrita

• Tudo o que falamos some no espaço.
• São parecidos os elementos de uma classe. Leões, por exemplo, são parecidos. Mas não há leões iguais.
• Uma classe pode conter subclasses.
• Podem-se repetir as palavras, mas não como foram pronunciadas.
• Quanto mais longa a frase, mais difícil repeti-la.
• Uma parte da memória dos homens vem sendo assumida por instrumentos de gravação e registro.
• Uma certa perda de memória se nota nos homens da vida moderna; uma prova disso é que estes não conseguem mais guardar provérbios.
• Literatura é memória.

O que é a função poética da linguagem

• As palavras são símbolos, porque representam coisas, ideias.
• Uma palavra ou símbolo tem referência quando aponta um objeto real.
• Há palavras que não têm referência, porém sugestões (saci, fantasma, fada etc).
• Quando uma palavra desperta nossa atenção mais para si do que para sua referência, dizemos que ela está provida de função poética.
• A função poética de uma palavra tende a aumentar à medida que ela se repete ao longo do texto e se combina com outras expressões, igualmente poéticas.

Atividades de Literatura com gabarito

Instrução para os exercícios de 1 a 7

Coloque um X nas afirmações que interpretam corretamente os elementos da obra de arte escrita.

PUBLICIDADE

1. (    ) A fala desaparece no espaço – mais por causa da desatenção do que por qualquer outro motivo.
2. (    ) Na natureza, nem todos os indivíduos são singulares: alguns vegetais, por exemplo, são exatamente iguais aos outros.
3. (    ) O que muda são as palavras, e não o modo de pronunciá-las.
4. (    ) Memória e tradição oral são fatores relacionados um com o outro.
5. (    ) As editoras trabalham basicamente com a informação tipografada.
6. (    ) A letra é um fator de preservação ou registro do discurso.
7. (    ) Com a agitação da vida moderna, os provérbios foram desaparecendo.

Instrução para os exercícios de 8 a 10

José Saramago – o primeiro escritor da língua portuguesa a receber o prêmio Nobel de Literatura (1998) – insere ao longo do romance Memorial do convento (1983) uma série de provérbios, alguns dos quais vêm reproduzidos a seguir, nos exercícios de 8 a 10. Leia-os e interprete de forma concisa o significado de cada um:

8. “Pela casca não se conhece o fruto, se lhe não tivermos metido o dente.”
9. “Se o pão fosse comido pelos que o semeiam, o mundo seria outro.”
10. “O mundo de cada um é os olhos que tem.”

Gabarito dos exercícios de Literatura

As alternativas 4, 5, 6 e 7 estão corretas.

PUBLICIDADE

8. Pela experiência direta é que se conhecem as coisas.
9. Se quem fizesse alguma coisa fosse quem a consumisse, a história seria outra.
10. A realidade de cada um é o que cada um enxerga.

1 comentário


  1. Eu tenho estudado literatura por causa de um concurso que farei e este artigo ajudou-me a entender o início de tudo. Muito obrigado.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 5 =