Se a ortografia evoluísse seria assim

Hoje pela manhã, numa aula de Fonética e Fonologia, eu explicava aos alunos como que, às vezes, o número de grafemas e de fonemas não bate. Isso porque existem sons que não pronunciamos ou sons “a mais” que pronunciamos nas palavras. Além disso, falávamos de como a nossa pronúncia diverge das letras que lá estão nas palavras. É disso que o texto de hoje fala. Se fôssemos escrever exatamente como falamos, todos se assustariam inicialmente, mas o estudo da ortografia seria bem mais fácil… ou não. Vejam então o texto em questão e depois, nos comentários, deixem suas opiniões sobre o que ele diz.

A “evolução” da ortografia

Eis aqui um programa de cinco anos para resolver o problema da falta de autoconfiança do brasileiro na sua capacidade gramatical e ortográfica.

Em vez de melhorar o ensino, vamos facilitar as coisas, afinal, o português é difícil demais mesmo. Para não assustar os poucos que sabem escrever, nem deixar mais confusos os que ainda tentam acertar, faremos tudo de forma gradual.

No primeiro ano, o Ç vai substituir o S e o C sibilantes, e o Z substituirá o S suave. Peçoas que aceçam a internet com freqüência vão adorar, principalmente os adoleçentes. O C duro e o QU em que o U não é pronunciado cerão trokados pelo K, já ke o com é ekivalente. Iço deve akabar kom a konfuzão, e os teklados de komputador terão uma tekla a menos, olha co  ke koisa prática e ekonômika.

PUBLICIDADE

Haverá um aumento do entuziasmo do públiko no çegundo ano, kuando o problemátiko H mudo e todos os acentos, inkluzive o TIL, çeraum eliminados. O CH cera çimplifikado para X e o LH para LI ke da no mesmo e e mais fácil. Iço fará kom ke palavras como “onra” fikem 20% mais kurtas e akabara kom o problema de caber komo ce eskreve xuxu, xá e xatiçe. Da mesma forma, o G co cera uzado kuando o com for komo em “gordo”, e çem o U porke naum cera preçizo, já ke kuando o çom for igual ao de G em “tigela”, uza-çe o J para facilitar ainda mais a vida da gente.

No terçeiro ano, a açeitaçaum publika da nova ortografia devera atinjir o estajio em ke mudanças mais complikadas çeraum possíveis. O governo vai enkorajar a remoçaum de letras dobradas que alem de desneçeçarias çempre foraum um problema terivel para as peçoas, que akabam fikando kom teror de soletrar. Alem diço, todos kokordaum ke os çinais de pontuaçaum komo virgulas dois pontos aspas e traveçaum çaum difíceis de usar e preçizam kair e olia falando cério já vaum tarde.

No kuarto ano todas as peçoas já çeraum reçecptivas a koizas komo a eliminaçaum do plural nos adjetivo e nos substantivo e a unifikaçaum do U nas palavra toda ke termina kom L como fuziu xakau ou kriminau ja ke afinau a gente fala tudo iguau e açim fica mais façiu. Os kariokas talvez naum gostem de akabar kom o plurau porke eles gosta de eskrever xxx nos finau das palavra vaum akabar entendendo. Os paulista vaum adorar. Os goiano vaum kerer aproveitar para akabar com o D nos jerundio mas ai tambem ja e eskuliambaçaum.

No kinto ano akaba a ipokrizia de ce kolocar R no finau dakelas palavras no infinitivo ja ke ninguem fala mesmo e tambem U ou I no meio das palavra ke ningem pronunçia como U ou I, i ai im vez di çi iskreve pur ezemplu kem ker falar kom ele vamu iskreve kem ke fala kum eli ki e muito milio çertu? Os çinau di interogaçaum i di isklamaçaum kontinuam pra gente cabe kuando algem ta fazendu uma pergunta ou ta isclamandu ou gritandu kom a jenti i o pontu pra jenti sabe kuandu a fraze akabo.

Naum vai te mais problema ningem vai ter mais Eça barera pra çua açençaum çoçiau i çegurança pçikolojika todu mundu vai iskreve sempri çertu o çi intendi muitu melio i di forma mais façiu e finaumenti todu mundo no Brazil vai cabe iskreve direitu ate us jornalista us publicitariu us blogeru us advogado us iskrito i ate us pulitiko i us exprezidenti olia co ki maravilia!

PUBLICIDADE

1 comentário


  1. Muito interessante o texto! No meu caso, quase deu um nó no cérebro, mas é um texto muito criativo.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − quatro =