Como aprender inglês rápido

É inegável que aprender inglês hoje é uma habilidade necessária para quem deseja aprender mais e, no caso de algumas pessoas que acessam este site, trabalhar com marketing digital. Muito do material que ensina a trabalhar usando a internet está em inglês e também muitas ferramentas que usamos na construção de páginas, no acesso a plataformas digitais está em inglês. Por isso mesmo, se você chegou até aqui querendo saber o que pode fazer para aprender inglês rápido, continue comigo porque as dicas que passarei poderão encurtar o caminho entre a estaca zero e a fluência no inglês.

Como aprender inglês rapidamente

Aprender inglês rápido não é só possível hoje em dia, pode-se dizer que é simples. Não fácil, veja bem, mas simples: o mundo está cheio de gente com quem se praticar — afinal, é o segundo idioma mais falado globalmente — e a internet está cheia de ferramentas para se aprofundar.

Mas antes que você queira argumentar dizendo que aprender inglês sozinho não é tão fácil assim, lembre-se que para qualquer coisa na vida é necessário dedicação, disciplina e até mesmo desinibição. Junto com  todas essas características, podemos colocar algumas coisas práticas que certamente encurtarão o caminho até a fluência na língua inglesa.

Esteja em constante contato com a Língua

Vamos lá, vamos romper agora mesmo com o velho estudante e na prática começar a mudar. Pegue seu celular e mude o idioma para o inglês. Acredite, você não terá dificuldade em usar o Whatsapp, o Instagram ou mesmo o Facebook apenas porque mudou o idioma.

Seu processo de aprendizado vai ser muito mais ágil se você mergulhar em um ambiente em que tudo está em inglês.

Se quer acompanhar uma nova série, coloque as legendas em inglês. Mesmo que seja um desenho infantil, coloque em inglês para que seus ouvidos comecem a não estranhar as palavras. Com um linguajar mais fácil, logo você se acostumará e poderá passar para séries. Faça a mesma coisa com seu computador. Mude o idioma para o inglês. O uso por tanto tempo tornará intuitivo o que você busca, porém o contato com as palavras ajudará bastante você a aprender inglês sozinho.

Repito: pode ser que você não entenda tudo de início, mas é pesquisando e anotando expressões e palavras novas que você consegue fixar o conhecimento adquirido.

Use flashcards para guardar o mais importante

Mesmo na Língua Portuguesa, você sabe que conseguimos nos comunicar cometendo erros grosseiros de sintaxe. Com o inglês não é diferente. Todas as pessoas, mesmo as nativas, cometem erros estruturais. Para ganhar fluência em um idioma, mais importante que dominar a gramática é ter um vocabulário vasto.

Flashcards são um ótimo recurso para registrar e internalizar o significado de palavras e expressões, em ferramentas como o Quizlet. Existem, inclusive versões para Android e iOs.


Você pode, também, utilizar mnemônicos para as palavras mais difíceis, ou seja, criar associações com outros termos ou histórias inusitadas. Para tal, o Memrise.com é uma boa opção.

Tenha objetivos claros para aprender inglês

Ter um propósito específico para aprender inglês é o que vai mantê-lo motivado nessa jornada, e ele deve ir além do “porque é importante”, “porque vai me ajudar no trabalho” ou “porque quero estudar fora”. Sua razão precisa ser sua, e é melhor ainda se ela tiver um prazo. Suponhamos que você queira estudar fora: Quando? Que nível de proficiência você precisa alcançar? E qual é uma boa forma de medir o sucesso conquistado?

PUBLICIDADE

Garanta também que seu objetivo seja realista e possa ser dividido em etapas. Compartimentá-lo faz com que você não se deixe ser desencorajado por quão ambicioso ele é. E se a qualquer momento você perceber que está perdendo o interesse nos estudos, lembre-se do motivo de ter começado tudo isso.

Saiba que você pode aprender inglês

Sempre ouço falar a respeito de mindset, mentalidade. Lutadores de MMA falam disso, pilotos de corrida de carro também. Não poderia ser diferente com quem está se preparando para algo e precisa estudar para tal. Sua mentalidade faz toda a diferença nessa caminhada. Várias vezes você se sentirá frustrado, mas é fundamental ter persistência e aproveitar todas as oportunidades que vierem ao seu encontro.

Se você é abordado por um estrangeiro na rua, por exemplo, não se renda à reação automática de “Sorry, I don’t speak English.” Jamais! Converse com ele da forma que você conseguir, use gestos se for o caso.

Além do mais, falhar é parte essencial de aprender, portanto abrace seus erros. Ninguém espera que você seja fluente em uma língua que não é sua língua materna. Lembre-se, inclusive, de que boa parte dos falantes de inglês sequer fala um segundo idioma — é mais provável que eles fiquem impressionados e o encorajem. Fluência vem com esforço, e se esforçando o suficiente, acredite, a comunicação flui.

Comece a falar inglês

Ninguém se torna o melhor piloto de avião apenas lendo o manual. Ninguém se torna um excelente professor sem nunca ter entrado numa sala de aula para lecionar. Não há quantidade de escuta, leitura ou escrita que o torne um falante de inglês. Se você quer ser fluente, é preciso deixar a vergonha de lado e praticar a fala.

Você pode fazer isso contratando um professor particular. Algumas poucas horas com foco definido farão mais diferença que passar o dia ouvindo música sem prestar muita atenção.

Além disso, um professor estará atento aos possíveis erros que você cometer e poderá corrigi-los. é a mesma coisa que um lutador faz: repete até que os músculos adquiram a memória e executem o movimento sem a necessidade de pensar muito sobre aquilo.

Por último, pratique um pouquinho a cada dia

Manter a disciplina talvez seja uma das partes mais difíceis dessa missão, mas também uma das mais importantes. Para ganhar velocidade de aprendizagem, é preciso estudar todos os dias.

PUBLICIDADE

Sei que não é um costume essencialmente brasileiro, mas fazemos isso com perfeição: deixar as coisas para a última hora. Geralmente o estudante deixa para a  véspera de um exame o estudo do conteúdo. A mesma coisa acontece no estudo de um idioma. Costuma0se subestimar o poder de estudar um pouquinho todos os dias. Se você memorizar uma palavra por dia e seu uso prático, terá memorizado 30 palavras no mês e saberá a situação de uso delas. Num ano, serão 365 palavras aprendidas e o contexto que devem ser usadas.

Considere também que um curso de inglês costuma ter duas aulas de 90 minutos na semana: se você substituí-los por 7 dias seguidos de treino, bastam 30 minutos para ultrapassar a carga horária padrão. Além de que perder um dia de estudo, nesse caso, sai menos custoso do que perder um dia de aula.

No final das contas, você pode praticar por 15 minutos ou por uma hora — sua disponibilidade e dedicação impactam no resultado final, porém mais vale manter o ritmo.

Precisa de ajuda para aprender inglês?

Aqui no Mais Educativo temos um artigo em que falamos sobre um curso de inglês que é bastante popular na plataforma Hotmart e que tem uma avaliação muito positiva por lá. Estou falando do curso Carol Me Ensina, da professora Carol Capel. Por isso mesmo que, para ajudá-los no processo de aprender inglês rapidamente, vou deixar aqui no botão abaixo o link do curso que indicamos. Caso queira ver a análise completa que fizemos, clique aqui e leia o artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =